quarta-feira, 19 de dezembro de 2007

Especial de Natal

Seja rico ou seja pobre o velhinho sempre vem!

Papai Noel, o velho gordo capitalista e toda a sua panaquice materialista natalina.

"ho ho ho ho"

Tá ai algo que não entendo, pra que o Papai noel tem esse ho..ho..ho..ho...? Parece tosse de velho que acabou de fumar do que uma risada. Mas deixa pra lá.. Pois bem o Natal está chegando. Daqui mais alguns poucos dias começam a Simone e o Ivan Lins cantar aquelas musicas ridículas de natal. afffff, ninguém merece...

o Natal, aaah o Natal. É um dia lindo sobretudo, com um clima bom (geralmente chove um pouco nos dias que o antecede), época cheia de amor. [tem gente que fica mais amorosa, sim, heh não resisti aos meus eufemismos]. Ainda me lembro de quando eu era um menininho que acreditava no Papai Noel, de barba e todo vermelho com aquele roupão e barrigona. Dia 25 de Dezembro, eu, meus amigos e primos nem ceávamos direito para poder esperar os presentes e poder ver o Papai Noel. Mas ele nunca vinha... Engraçado que os presentes estavam lá sempre... sempre!

Bem mas hoje, com meus 20 anos de idade, um pé na tumba e o outro fora, com uns neurônios e umas pecinhas na cabeça funcionando um pouco melhor, eu vejo o que [infelizmente] há por trás disso tudo: capitalismo, consumismo e materialismo puro.

O Natal é carnaval, festa, ambição. Somos crianças e o Papai Noel existe para a mídia, as pessoas não vêem um palmo na frente do nariz além dos presentes e dessa comemoração escrúpula e é nesse exato instante que a mídia joga em cima de nós seus produtos caros e “mágicos”.

Mas o Natal nunca foi Papai Noel, ou pelo menos não era pra ter sido. O Natal é o nascimento de Jesus Cristo, e é isso que devemos comemorar. [Calma! Se você não é católico ou religioso, fique aqui pois não vou recitar as palavras da Bíblia.] O Natal é para ser uma época de amor, de prosperidade e principalmente de reflexão. Então para quê tanta porcaria e essa coisa ridícula?

O Natal é mais que isso, é um dia em que devemos pensar nos outros. Enquanto estou comendo, tem alguém passando fome; enquanto eu tomo banho, tem alguém sujo; enquanto eu bebo água, existe alguém passando sede; toda vez que eu toco piano, tem alguém que não tem nem um apito pra tocar; enquanto um monte de gente compra seus presentes caros no Natal, esse dinheiro poderia ser doado para uma instituição de crianças abandonadas; enquanto eu sei escrever e exponho minhas idéias num blog, tem gente que daria absolutamente tudo para estar na escola e ter um computador com acesso à internet.

Eu sei que tudo isso é muito esquerdista, e que ninguém consegue pensar assim a toda hora, para falar a verdade, nem eu que estou escrevendo tudo isso. Mas, e se todo mundo pelo menos pensasse nisso agora, hoje e nessa semana que antecede o natal, eu acho que o mundo estaria um pouco mais caridoso e melhor. Mesmo que pensamentos não mudem muita coisa, mesmo que poucas pessoas consigam agir caridosamente...

Para quê tanto consumismo? O quê nós levaremos desse mundo? O quê vai acontecer com esses meros objetos depois que formos embora? Alguém vai lembrar e sentir saudades da gente porque nós tínhamos muitos bens ou porque fomos pessoas boas, humildes e ajudamos os outros?

Tudo bem, existem muitas pessoas que não são consumistas e que fazem um Natal bom, eu claro não posso generalizar, nem sou tãããããooo caridoso assim, e não repudio totalmente a confraternização dos presentes, mas é óbvio que precisa de ser mais que isso, precisa de entender toda essa festa, precisa de pensar.

O Papai Noel não existe mesmo...Mesmo não existindo e tendo essa imagem feia capitalista feito pela mídia, ele faz o Natal de algumas crianças um pouco mais feliz sim... Elas não sabem... são só crianças...

Mas nós sim. Temos uma missão: vamos fazer do Natal e dos nossos dias, uma festa solidária e humilde. E vamos levar para o ano futuro de 2008 e para o nosso cotidiano esse verdadeiro espírito de fraternidade.

Uma boa semana.

sexta-feira, 14 de dezembro de 2007

Interrogatório Pinoquio.

Essa é uma cena do filme Shrek 3.
muito engraçada. Pena que só achei a legendada. mas tá valendo.

Países pobres - a diferença que faz a diferença

Excelente texto. Só não tem autor. =/
---

Os desejos primários de todas pessoas são: ser felizes, progredir e ganhar mais dinheiro. Uma forma efetiva de alcançar estes anseios é sendo ricos e prósperos.

Assim como há pessoas pobres e pessoas ricas há países pobres e países ricos. A diferença entre os países pobres e os ricos não é a antiguidade do país. Fica demonstrado pelos casos de países como Índia e Egito, que tem mais de mil anos de antiguidade e são pobres. Ao contrário, Austrália e Nova Zelândia, que há pouco mais de 150 anos eram quase desconhecidos, hoje são, todavia, países desenvolvidos e ricos.

A diferença entre países pobres e ricos também não está nos recursos naturais de que dispõem, pois o Japão tem um território muito pequeno e 80% dele é montanhoso, ruim para a agricultura e criação de gado, porém é a segunda potencia econômica mundial: seu território é como uma imensa fábrica flutuante que recebe matérias-primas de todo o mundo e as exporta transformadas, também a todo o mundo, acumulando sua riqueza.

Por outro lado, temos uma Suíça sem oceano, que tem uma das maiores frotas náuticas do mundo; não tem cacau, mas, tem o melhor chocolate do mundo; em seus poucos quilômetros quadrados, cria ovelhas e cultiva o solo quatro meses por ano já que o resto é inverno, mas tem os produtos lácteos de melhor qualidade de toda a Europa. Igualmente ao Japão não tem recursos naturais, mas dá e exporta serviços, com qualidade muito dificilmente superável; é um país pequeno que passa uma imagem de segurança, ordem e trabalho, que o converteu na caixa forte do Mundo.

Também não é a inteligência das pessoas a tal diferença, como o demonstram estudantes de países pobres que emigram aos países ricos e conseguem resultados excelentes em sua educação; outro exemplo são os executivos de países ricos que visitam nossas fábricas e ao falar com eles nos damos conta de que não há diferença intelectual.

Finalmente não podemos dizer que a raça faz a diferença, pois nos países centro-europeus ou nórdicos vemos como os chamados ociosos da América Latina (nós!!) ou da África, demonstram ser a força produtiva desses países.

O que é então que faz a diferença?

A ATITUDE DAS PESSOAS FAZ A DIFERENÇA.

Ao estudar a conduta das pessoas nos países ricos se descobre que a maior parte da população cumpre as seguintes regras, cuja ordem pode ser discutida:

1. A moral como principio básico.
2. A ordem e a limpeza.
3. A integridade.
4. A pontualidade.
5. A responsabilidade.
6. O desejo de superação.
7. O respeito às leis e aos regulamentos.
8. O respeito pelo direito dos demais.
9. Seu amor ao trabalho.
10. Seu esforço pela economia e investimento.

Necessitamos de mais leis? Não seria suficiente cumprir e fazer cumprir estas 10 simples regras?

Nos países pobres, só uma mínima (quase nenhuma) parte da população segue estas regras em sua vida diária.

Não somos pobres porque ao nosso país falte riquezas naturais, ou porque a natureza tenha sido cruel conosco, simplesmente por Nossa Atitude. Nos falta caráter para cumprir estas premissas básicas de funcionamento das sociedades.

sexta-feira, 7 de dezembro de 2007

Especial Pica pau

O Pica pau celebrará 68 anos de puro sucesso na TV. Ele estreou em 1940 com aquele picapau biruta. Deixo aqui a minha homenagem ao meu desenho favorito de todos os tempos e um dos melhores de toda a série.

Pica pau nas cataratas. Marche! uhauhahuahuuha xD

domingo, 2 de dezembro de 2007

Corinthians na segundona!

Você não imagina o quanto fomos zuado, antes, durante e depois do jogo lá no trampo. Estávamos acompanhando pelo Terra Esportes ao vivo (cof... cof...) Pelo UOL Esportes ao vivo o resultado dos dois jogos: O próprio (Corinthians e Grêmio) e (Internacional e Goiás). O jogo foi intrigante, com direito á berro e tudo na Central. huahuhuahuauhahuha

Infelizmente a vida é assim. Nem sempre a gente ganha. Ou melhor quase nunca a gente ganha. Porque o Corinthians teve pouquissimas vitórias no campeonato.

Ano que vem só os clássicos: Corinthians e Remo. Corinthians e Nãoseiquem FC.

¬¬

Mas não tem jeito. É só uma fase. Pra sempre timão. \o/

quarta-feira, 28 de novembro de 2007

Jackie Chan - Quem sou eu?



Essa cena é do filme "Quem sou eu?" Com o mestre do Kung Fu - Jackie Chan. Uma das melhores lutas que eu já vi na vida. E olha que eu sou exigente quando o filme é de ação e contém lutas. Perfeito. Vale a pena assistir, 08 minutos de pura ação.

quinta-feira, 15 de novembro de 2007

Shopping Metrô Itaquera. Tão perto, tão...

Obviamente eu não terminei a frase de marketing do Shopping por dois motivos:
1) É pra ser um título.
2) Porque não tem nada a ver com o Shopping.

Eu explico.
A frase seria: "Shopping Metrô Itaquera. Tão perto, tão bom, tão nosso."

Coisa de que eles se devem encher para falar...

Bom?

Não. nada bom. Como a curiosidade mata o gato, ela mata também o Renato, e eu fui conhecer o tão esperado projeto do shopping que inaugurou há uma semana já, e eu tinha que visitar logo porque eu adoro novidades.

O shopping é muito bom, bastante amplo, bonito de aparência no geral, ainda tinha muita loja fechada com aqueles papéis (estamos trabalhando por você!!) até aí tudo bem né mesmo? Uma semana que inaugurou né. Dá um desconto! Nada demais. Mas o que me decepcionou mesmo foi o que eu vi na praça de alimentação. Primeiro por ser pequena para o porte do shopping e segundo por sua má administração.

O shopping estava sem sistema para passar cartão de débito. Porra! Sacanagem! O shopping inteiro também não tinha um caixa eletrônico para sacar a grana. Eu então perguntei:

- Como vou fazer pra comer? (hé, eu sei que a pergunta foi cretina...)
- O senhor vai ter que por gentileza ir fora do shopping para sacar o dinheiro em algum caixa eletrônico... (pfff...) Não diiiigaaa, filhinha.

Outra: fizeram confusão demais. Percebi que o pessoal que estava fazendo seus pedidos na "Pastelândia" -> a lanchonete que eu estava afim de comer, estava muito puto da cara. As garçonetes trocaram os pedidos, pedidos incompletos, fila e demora pra ser atendido, pedido demorando pra vir. uuuhhh... desorganização = sinônimo de má administração.

Não gostei. Penso que se estreou para dar um vexame desse, não estreasse! Esperasse mais algum tempo até ter o treinamento completo das moças e ter o sistema devido. Porque não é exagero, muita gente saiu puta da cara do shopping, acredite!

Imagine você... uma família toda feliz e sorridente indo ao shopping "tão perto, tão bom, tão nosso" e se deparar que na praça de alimentação do mesmo não passa o cartão de débito. O cara vai embora! E o shopping perde um freguês pra outro shopping, (tão longe, tão melhor e tão nosso também) Hoje em dia, o cartão de débito além de ser uma comodidade é mais que isso: é uma necessidade! Ninguém mais anda com dinheiro na carteira. Por motivos de segurança e conforto mesmo.

Nota: 3

Daqui a 8 meses eu volto lá pra ver se melhorou em alguma coisa.
uhauhauhauhuhauhauhauhauhauha

domingo, 11 de novembro de 2007

E vem aí 2008!

Faltam 50 dias para 2008! Falta pouco né...

Mas porque o numero 50 é tão importante assim? Não é nada com o numero 50, e sim com a situação. Estive pensando... Você já cumpriu suas metas e ações que propôs no início do ano? Senão, ainda há tempo! Lembre-se: Não deixe para amanhã o que você pode fazer hoje. Esse post é bastante importante. Será que realizamos mesmo tudo que queríamos fazer esse ano de 2007? Será que ainda dá tempo? Será que conseguimos realizar todas as nossas metas, todos os nossos objetivos?

2008 soa muito melhor do que 2007 para isso né? Mas sei lá. Pode parecer brisa, mãããnnns... eu acho que a gente tem que realizar o que a gente se propôs a realizar ainda esse ano! Eu vou falar a verdade... Deus queira que me abençoar com o meu desejo de realizar meu sonho esse ano ainda. aaahhhh... (suspiro...) Não vou contar meu sonho, é pessoal ow! Só se ele se realizar, eu conto. Senão, não. Talvez um dia eu comente algo sobre isso. huahuauhauhuhaa

Um salve para todos!

quinta-feira, 8 de novembro de 2007

"Seu coordenador, número 05 está dormindo..."

Eu assisti hoje o filme Tropa de Elite. (Só agora você viu???) Pois é, muita coisa prioritária na frente né... O filme é 10, excelente mesmo. Quem ainda não viu, não é por nada mas está perdendo uma ótima produção nacional. Eu nunca fui muito chegado em filmes brasileiros, mas isso mudou muito pois a qualidade dos filmes nacionais deu um avanço tremendo. Enfim. Quero postar essa cena que eu achei a mais hilária do filme.

Copa 2014

Muita dúvida assola esse tema. Todos ficaram felizes com a Copa do Mundo aqui no Brasil em 2014. (E tem chão ainda hem?), mas será que vai ser uma boa mesmo?
Por um lado os "Copistas" dizem que vai: pois serão investido bilhões (eu disse BI-lhões) em infra-estrutura, segurança, reformas, e tudo mais. A Copa então seria um método "incentivador" para essas aplicações. Todo mundo feliz e sorrindente, hum?
Mas pelo outro lado, temos os anti-copa: A Copa não seria uma boa. Primeiro porque seria investido um dinheiro que o Brasil nem tem. Segundo, porque seria até hipocrisia festejar uma coisa de que muita gente não compartilha ou não vive essa realidade. Pobreza, miséria, falta de moradia, fome, e o Brasil festejando Copa. Para os Anti-Copas existem certas prioridades e essas prioridades não seria com certeza a reforma de um estádio por exemplo, você concorda? --> Fazer comparação com o PAN que foi um evento beeeemmm mais pequeno que a Copa será, e o quanto que foi gasto digamos assim "supérfluamente".. hum...

O assunto é bem interessante né mesmo? Eu particularmente, fico em cima do muro. Comecei a ler os argumentos e acho que os anti-copa tem mais razão... MAAANNSSS.. São dois lados da moeda diferentes e bem distintos. Temos que levar em consideração os dois.

Mas pois bem. De qualquer forma, a decisão já foi tomada. O Brasil é sede de 2014, você querendo ou não! Tudo bem! O pior não é isso. E sim que nós teremos que aguentar o Galvão narrando o jogo e os seus comentários fantásticos como: "Olha o menino Ronaldinho Gaúcho como joga bem em casa"... uhauhuhahuahuahuuhahua aí fodeu tudo mesmo! =/

domingo, 4 de novembro de 2007

"I wanna play a game..."

Jogos Mortais. O maior filme psicopata que eu já assisti, muito bem feito. Tanto pelo seu enredo, história e atuações. Particularmente falando eu jamais poderia imaginar um assassino psicopata tão cheio de moral que faz as pessoas valorizarem suas vidas como o John faz. É um filme pra ficar na história.
O quarto da série é mais fraco com certeza, mas mesmo assim não deixou de ter um final surpreendente e cenas terrificantes. Eu e meu amigo Everton chegamos atrasados para o filme, e consequentemente pegamos um lugar ridículo para assistir. Ficamos beeeem na frente da telona do cinema. uhahuhuauhahuahuuha. Eu jamais poderia imaginar assistir um filme de cinema em uma daquelas cadeiras da frente. Estava lotadaço!!! Eu poderia ter ficado com dor no pescoço de ficar olhando para cima. As letras da legenda eram do meu tamanho. uhahuauhhuahuauha
Fora isso, foi tudo perfeito. Mais uma vez me surpreendi com tanto talento e um roteiro perfeito. Revelações fantásticas, jogos sinistros, e uma frase que deixou todos atônitos: "não é porque eu estou morto que vocês se viram livres de mim... os jogos apenas começaram".

uow! \o/
E vem o 5º?

domingo, 28 de outubro de 2007

Superbad é hoje.


Assisti hoje o filme "Superbad é hoje". Conta a história de 3 nerds, cada um em seu estágio, mas igualmente nerds, que estão prestes a se despedir do colegial e partir para a faculdade. Sinceramente, fazia muito tempo que não ria como eu ri. Este filme mostra aquela nova escola de humor, o que jovens rapazes não são capazes de fazer por uma transa, a historia que se baseia nos clássicos buscou personagens fortes com interpretações marcantes.
Uma cara irônica, outra cara muito engraçada valeu muito mais do que uma piada. Este é o grande marco de Superbad, deixar o espectador em uma posição de "caramba, quanto azar!" ou em momentos realmente humilhantes que se dão com diálogos extremamentes constrangedores sobre assuntos inusitados. Esta é uma lição que vale para o cinema em geral: a graça (não só no sentido da comédia, mas em qualquer gênero) às vezes é mais fácil de se conquistar de forma mais simples e óbvia. Vale a pena ver.

quarta-feira, 24 de outubro de 2007

Sete dias...

Assunto de hoje: Filme "O chamado."
Entendendo o inexplicável...
Porque? Porque eu assisti o filme de novo e queria comentar o que eu acho sobre ele. Como eu sou o dono do BLOG e só eu mando aqui, pronto, fim acabado. (NOSSA!)
uhauhauhauhuhahuauhauh

Mas você pensa que entendeu o filme né?

Eu passei a noite filosofando... (dormir que é bom nada). Eu sempre faço isso!! rs... E me veio à tona: Será que a Samara era mesmo malvada? Lembre-se de que ela foi muito maltratada e que ninguém gostava dela... Ela só queria uma mãe, e acabou afogada num poço. É ou não é para pensar? Pow! Coitada! É nesse ponto que discordo do contexto do filme. Na hora é legal coisa e tal, de colocar a Samara como malvada, assassina e vilã do filme... mas depois? Pensa bem... E eu não estou confuso... nessa parte eu adorei o filme, mas depois a gente vai pensar na história e não nas cenas, e acaba nisso. Causou uma revolta na menina, pow. Ela poderia ter um psicólogo ou alguém para ajudar... uhauauhauhuhauhahuauhahu

Tá, aham.. eu sei que viajei...

O Gazzag não esqueceu!!!

Olha só o que acabo de receber!

"Parabéns rtrancoso,

Aproveite o dia de hoje para fazer um balanço da sua vida: repense os seus erros e relembre os seus acertos, perdoe-se pelos fracassos e orgulhe-se de suas vitórias. E entenda que erros, acertos, fracassos e vitórias são a sua história, a história da sua vida. E, por isso, devem ser valorizados por igual. Sem eles você não seria quem é hoje.

Desejamos a você muita paz, saúde, alegria e, claro, muito amor.

Bom bolo de aniversário! Feliz Aniversário!

Abraço,
Equipe Gazzag"

---
Muito obrigado Gazzag! Essa mensagem mudou a minha vida! Apesar de ter sido beeeeeeeeem atrasada e eu não ter feito cadastro algum nesse site! (Não que eu me lembre né...) :O uhauhauhuhauhahuahuauhuha

domingo, 21 de outubro de 2007

Doce sonho...

Madrugada é um substantivo que deveria permanecer sempre no singular. Tão doce, grande sonho, doce esperança, doce prazer, doce razão... Simplesmente doce madrugada. Madrugada é sinônimo de muitas coisas. a Madrugada é especial, é o nascimento de uma nova vida, de uma nova oportunidade.

Ver o dia nascer é ter novamente suas esperanças renovadas, é ver que o tempo é precioso e que mais uma vez você tem tempo de apreciar, de viver, de fazer coisas que ainda não fez. A madrugada é uma chance na vida, é uma vitória.

Estava tão pra baixo... Sem motivos, ou talvez com vários realmente. Sentia falta de momentos especiais. Pensando que tinha que fazer os meus segundos tornarem-se mais produtivos e não sei bem o porquê mas essa foto me atraiu de um modo avassalador e comecei a pensar em tanta coisa...

Existem muitas fotos de madrugada por aí, do nascer do sol, enfim... mas esta em especial me atraiu misteriosamente. parece tão relativa, e diz tanta coisa... Até Deus deve ter orgulho dessas suas obras... E em razão dessa relatividade, renomeei a gravura que se chama originalmente de "alisundde-full.jpg" para "doce sonho.jpg". em letras minúsculas, para relatar e mostrar que é tudo muito simples, como a madrugada, algo que não precisa ser trabalhado pois se a própria obra já é bela em si.

Passo a vida estudando apenas o lógico e nunca apreciei de verdade "o belo e o bonito" em artes, em gravuras, na vida... e definitivamente não enxergava o por quê de aprender isso, mas no final senti pena de mim mesmo. Muitas pessoas talvez não entendam e não tenham interesse nisso, assim como eu não tinha, mas um dia verão como essa imagem é linda e magnífica.

Porquê as madrugadas devem sempre permancecer no singular? Cada madrugada é uma madrugada. Uma depressiva, uma cansativa, uma romântica, uma decisiva, uma criativa, uma clichê, uma ridícula, e por aí vai... e por mais que sejam parecidas, nunca são iguais...

doce madrugada. doce sonho.

sexta-feira, 19 de outubro de 2007

E aí muito trabalho e nenhuma diversão?

Estive analisando e pensando, nossa! O meu aniversário do dia 15 foi um terror! Foi apenas um dia como outro qualquer! Anos anteriores eu comemorava, ia comer em algum lugar, sei lá, fazia algo diferente! A única coisa que valeu nesse dia foi o tempo que foi perfeito. Sei lá, o céu nublado, esse vento, esse clima meio frio e tudo parado. Sempre fui apaixonado por dias assim, monótonos. Dias ideais pra pensar, pra ler, ouvir música, pra sair, pra ligar pra alguém e conversar novidades, pra trabalhar ou simplesmente dormir. Dia ótimo. Êpa!!! peraí: trabalhar?
Hééééé meu amigo! eu não tive a oportunidade de nenhum desses aí! eu tive de trabalhar! No aniversário! ninguém merece... Mas eu fui de cabeça erguida, porque trabalho é tudo, tudo na vida é trabalho, o homem sem trabalho não tem vida, não tem sonhos, o seu sonho é sua vida, o seu sonho é seu trabalho, sem seus sonhos o homem não tem honra e sem a sua honra o homem não tem nada. Os trabalhadores são guerreiros, guerreiros tão fortes, tão frágeis, guerreiros são meninos no fundo do peito. (Baseado em Não dá pra ser Feliz de Gabriel O Pensador).

Pòsso contar no dedo as pessoas que me parabenizaram. Mas isso não aconteceu porque somente esqueceram de mim, e sim mais porque eu sumi mesmo! Elas não lembraram talvez porque estivessem tambem muito atarefadas... Fazer o que? Mas isso me preocupa! Sem tempo pra nada. A vida passando e bons momentos que poderiam ter sido indo pelo ralo.

Felizmente há uma válvula de escape. Pretendo ir em um almoço onde vamos nos divertir muito! \o/
Espero...

quarta-feira, 17 de outubro de 2007

Ooooww Man...!

Essa semana tem sido muito dificil...

É uma postagem que me deixa muito chateado: Um dos meus amigos foi despedido e o outro que é um dos meus melhores amigos pensa em ir embora para outro estado. Infelizmente a vida tem dessas coisas e a gente não pode mudar o curso natural dela. Nós temos que apenas aceitar isso e voltar ao nosso estado normal (sóbrio?) assim quando acontece aquele erro de tela azul do windows (hihi...). Deixa-nos furioso, triste mas de que adianta?

Mais coisas:
- Eu gosto de uma menina que nem imagina que gosta de mim.
- Existe uma pessoa que eu não gosto mas que gosta de mim. (Ironia do destino cruel, meu...)
- Estou com saudades de tantos amigos, pois não os vejo há tempos devido ao trabalho árduo e sem folgas em dias normais que todas as pessoas folgam e nem sei quando os verei algum dia? (¬¬).
- É a semana que causou a maior falta de ânimo da minha vida

E tem mais: Adquirindo o Birthday Week Desanima+ você ganha um lindo kit de cebolas pra não fazer nada com ele (ou talvez faça) inteiramente grátis.

Para o meu espanto: isso seria uma crise existencial? Hã? Psi.. Psi.. Doutor? uhauhauhhua. Ah mas por quê será? Só porque deu tudo errado nessa semana? Ninguém merece... De repente *POF* Cai tudo na sua cabeça! Seria isso talvez reflexo do livro que acabei de ler recentemente: Os Sofrimentos do Jovem Werther? Que por sinal é fodástico de bom! Não. Chega né?! ninguém merece ter que ficar lendo isso. Vou deixar uma tradução de uma música muito boa, que diz bastante sobre o momento.

Amanhã-Avril Lavigne

Eu quero acreditar em você
Quando você disso que tudo ficará bem
E eu quero acreditar em você
Mas eu não acredito...
Quando você diz que será de um jeito,
Tudo muda e se torna diferente
Eu tento acreditar em você
Não hoje, hoje, hoje...

Refrão:
Eu não sei como me sentir
Amanhã, Amanhã
Eu não sei o que dizer
Amanhã, amanhã
É um dia diferente...

Tudo sempre estava para você,
Mas isso está mudando,
Está tudo pra mim,
Vou fazer o que tem que ser feito
Só não Me dê um pouco de tempo,
Me deixo só por algum tempo,
Talvez não esteja tão tarde,
Não hoje...

(refrão)

Eu sei que não estou pronto
Talvez amanhã...
Eu quero acreditar em você
Quando você diz que tudo ficará bem
Eu tento acreditar em você
Mas não acredito...

(refrão)

Amanhã talvez isso mude...

sábado, 13 de outubro de 2007

Zelda Mer... Zelda Melo...

Ops... Acidentes acontecem né mesmo?

Atendimento BandNet

Olá Galera! Pra estreiar o blog, segue um atendimento de suporte técnico muito show. Troféu pro cara...Só pra resumir a historia: Um cara muito calmo ligou para o provedor BandNet para configurar uma conta de e-mail do iG. Mal sabia o suporte coitado o que o esperava. Sua sentença foi ter falado que o suporte não poderia ser prestado.

Ouçam.