quarta-feira, 17 de agosto de 2016

É picanha?

Estávamos em um debate no grupo whatsapp de uma situação real onde um cliente num restaurante na hora de pagar seu prato sinalizou que só depois de comer uma picanha, percebeu que era picanha suína. Ele até elogiou e não demonstrou insatisfação, mas alegou que o certo é que devia estar escrito na plaquinha na frente do prato do self service PICANHA SUÍNA,  e não somente PICANHA como estava.

O gerente ao invés de concordar, visto o cliente fez uma simples sinalização e até elogiou a comida, resolveu rebater dizendo que o cliente precisa saber o que está selecionando pra comer. O cliente então frustrado e contrariado argumentou que não tinha curso de açougueiro, que não era obrigado a saber disso e que cortes de carnes são muito difíceis de serem identificados depois de assados. E então depois de várias farpas trocadas, a conclusão foi que o cliente disse que não volta mais. Na minha opinião isto tudo poderia ter sido evitado. Sabemos que a célebre frase "o cliente tem sempre razão"  está errada, mas ela foi escrita com um propósito: Ouvir o cliente. Apenas ouvir.


 Na minha opinião o cliente precisa estar informado de tudo, desde cláusulas contratuais até uma mera picanha que está comendo. Quem quer ter um cliente, não pode dar margem para nada. Isso não era uma reclamação, mas virou uma briga de ego por parte do gerente para não reconhecer o seu erro e então do cliente para não ser menosprezado. Eu já confundi bife com fígado. Normal. Se há dificuldade em mudar a plaquinha, penso que o restaurante poderia adotar a medida de não colocar plaquinha em nenhum prato. Mas se decidiram informar o prato, a informação precisa ser completa e sem erros. Toda informação precisa. Uma placa de trânsito errada pode trazer multas, pode trazer acidentes... Uma informação errada quando você está perdido, vai te levar ao lugar errado. Informação não pode induzir ao erro.

Então no grupo alguns concordaram, outros não. E em meio a isso, surge um vegetariano com a seguinte frase:
- Eu vejo animais mortos.
Respondi imediatamente:
- Com que frequência?
E a pessoa saiu do grupo.
:/
Poxa cadê o senso de humor?

sábado, 28 de maio de 2016

Você costuma discordar na internet?

Claro! Isso todo mundo faz e o tempo todo. Não é possível concordar com tudo e com todos, e se isso acontecesse você seria certamente uma pessoa sem opinião própria e sem capacidade de raciocinar sozinho até mesmo para pequenas coisas do seu cotidiano.

Mas paremos para pensar um instante. Quando você discorda de algo, você realmente possui uma posição contrária formada ou em formação ao menos, ou está sendo levado por outras opiniões? Ou ainda você discorda simplesmente pelo fato de que discordar é legal e interessante na internet?

Tenho observado algumas postagens do facebook de artigos científicos, estudos sérios, postagens de revistas, reportagens curiosas e algumas pessoas vão lá e comentam assim: "Nossa, que postagem ridícula. Que artigo decepcionante..." E fica por aí. É só isso. Nada mais. O restante é só xingamentos, desabafo e sentimento ferido. Agora, o que será isso? É a capacidade argumentativa que não existe, é simplesmente uma vontade de parecer intelectual em algo que você não entende, ou será uma vontade agressiva de ser contra tudo e todos? Ou será tudo isso junto e misturado?

Não entendo o que leva as pessoas a falarem coisas tão vazias, agressivas e sem sentido. Esses dias eu vi uma galera se ofendendo fortemente em uma tirinha de humor. Uma tirinha de humor!

É estranho... Talvez pareça para a pessoa que seu comentário fosse rebaixar o professor, o cientista, a reportagem ou o autor da postagem.

Eu sempre achei sadio discussões inteligentes que aumentem nosso conhecimento e sem agressão. Discussão que nos levem a pensar. Mas comentários como esses, sem fontes, sem ao menos citar nada de relevante, sem elevar o nível... Esses comentários são desprezíveis e sem fundamento algum. E o pior é como um amigo meu mencionou: Está se fazendo uma guerra na internet, no facebook e em todo lugar. Se a sua opinião for contrária, mesmo que outros não saibam argumentar contra, eles partem pra porrada! As pessoas se sentem maiores e superiores, mas na verdade estão ridicularizando a si mesmas.

É triste.

sexta-feira, 8 de abril de 2016

Inferno (2)

Mais uma visão sobre o inferno. A primeira foi essa, clique aqui.

Nesta visão abaixo, o inferno é um eterno trajeto onde não se chega a lugar algum, sendo atormentado por pessoas perguntando se já chegou e pago por um pedágio.

Só faltou o congestionamento.

Postagem original do Capinaremos.


terça-feira, 29 de março de 2016

Como 12 viram 13?

Sensacional enigma japonês. Como 12 homens viram 13.

Nesse enigma você se depara com a maior façanha diante dos seus olhos. Você inicialmente conta 12 homenzinhos, muda-se de lado as figuras de cima, eles trocam então de corpos e de cabeças e de repente você conta 13 homenzinhos.

Um apareceu do nada sem você perceber. Loucura?

Veja o enigma ai embaixo. Mas cuidado! Tentar resolver isso, pode te deixar louco...

Eu avisei hem.


Clique no link para abrir o site e depois selecione a setinha para você mesmo poder mover as partes do desenho e tentar descobrir.

OBS.: Eu não sei a resposta.

sexta-feira, 25 de março de 2016